sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Te agradeço!

Como todos os anos, estou com um ponto mínimo de ansiedade por saber que mais um ano se passou e um novo ano se inicia. Uma nova estação, um novo tempo, novas experiências, novas pessoas, enfim sei que muitas coisas novas me esperam. Mas não quero pensar muito em tudo que vai acontecer nesse ano, pois confio completamente na vontade de Deus e sei que Ele está cuidando de mim e guardando todos os meus passos, mesmo não merecendo, Ele sempre está me amparando..

Foram tantaaas coisas vividas. Momentos em que sinceramente, pensei que fosse desistir, cheguei a pensar que fosse o fim, mas Deus sempre veio com sua doce presença me dizer que NÃO, eu ainda tinha (e tenho) muito pra viver. Cada momento em que Ele me "erguia" eu sentia o seu amparo, sentia que o caminho estava só começando e que as minhas "quedas" eram somente uma forma que Ele estava usando pra me tornar uma pessoa melhor, com um coração mais amolecido, que sabe amar os outros, mas também sabe se amar e se aceitar do jeito que é.

Quando falo da "doce presença" de Deus, quero deixar claro, que Ele sempre vem à nós de forma bem simples e sensível, através das pessoas que sempre estão nos cercando. Agradeço muito à Deus por essas pessoas que Ele colocou em meu caminho. Vocês são o motivo do meu sorriso!

E o que eu posso dizer daquele que me sustenta a cada dia? És bom, Senhor! És maravilhoso.

A unica palavra que permeia meu coração é: TE AGRADEÇO! Pois em meio aos ventos tempestuosos fizeste-me ver que eu podia e posso ir além. Que além da tempestade, lá.. beem lá no fim da estrada existe um SOL brilhando. Esse "sol" é JESUS!

A caminhada não parou, está só começo. Tenho muito que viver, temos MUITO que viver (você e eu!). Por isso, eu quero encorajar o seu coração, ao mesmo tempo que encorajo o meu. SIGA EM FRENTE! Não pára, não desista, Deus tem muitas novidades pra você! Medo, todo mundo tem, mas é preciso deixar que a confiança em Deus ocupe o lugar em que está o medo!

Muita, muita LUZ em todos os seus caminhos durante este ano de 2011! Deus está te esperando a cada dia de braços abertos, na pessoa que está bem pertinho de você!

Paz em seu coração, no amor daquele que é o PRÍNCIPE DA PAZ!

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Aquele que ama a sua obra

“Toca-me, canta em mim
Põe as cores que há em Teus olhos sobre mim
Move-me, sente em mim
Conta a Tua história através de mim”


Chega! Não quero mais viver por mim mesmo. Me descido, renovo a minha decisão de dizer e declarar que sou completamente dependente dos cuidados do meu Criador, daquele que formou e me gerou no útero da minha mãe.

Esse mundo está tão repleto de “artistas” que querem fazer da tela do nosso coração, um quadro borrado, manchado pelo orgulho, pela soberba, pelo egoísmo ou pelo ódio. Quando os “artistas imperfeitos” começam a pintar em nosso coração, no começo parece até confortável, bom e prazeroso, mas com o passar do tempo vamos percebendo o gosto amargo que isso nos causa, o quanto o nosso “quadro” (coração) está cheio de borrões..

O verdadeiro e perfeito Artista é o Criador, é Deus! Talvez o quadro esteja em preto e branco, ou quem sabe só em branco, precisando das mãos do grande Criador.. Ele só espera que nos rendamos aos seus cuidados, para que Ele possa fazer a sua Obra, que é perfeita. Ainda que nosso “quadro” esteja borrado e manchado, Ele é capaz de mudar, de transformar com seu amor. O verdadeiro artista é aquele que ama a sua obra, ainda que ela pareça perdida e sem valor aos olhos dos outros.

Senhor, que Tua doce vontade seja feita em minha vida. Coloca todas as cores que há em Teu coração em mim. Ilumina o que está na escuridão. Traz paz onde há confusão. Contempla a Obra que o Senhor mesmo criou, que sou eu, criatura imperfeita, humana, mas que deseja fazer a Tua vontade. E com Tua mão toca o mais intimo do meu coração.

Renda-se ao Autor da Vida!

(Ouça: Autor da Vida – Diante do Trono)

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Coisas escondidas

"(...) então vai e escreve e diz tudo e rasga o coração, as vísceras, expõe tudo, grita, esperneia – no papel.” (Caio Fernando Abreu)


Estou precisando com urgência fazer isso, expor tudo, ser eu mesmo, sem reticências, sem parênteses, sem mais delongas.. Talvez isso me ajude a não deixar morrer a essência do meu viver, do meu existir. Há momentos, gestos, palavras ou um turbilhão de pensamentos que me incomodam ou talvez me sufoque, mas sempre tudo fica guardado aqui, dentro de mim. E há coisas bem escondidas dentro de mim, que não podem (e eu particularmente não quero) que sejam reveladas (a não ser pra Ele).

Já tem um tempo que uma pessoa me aconselhou a escrever mais, pois segundo ela isso me pode me ajudar muito. Agora, descubro que nem sempre dou ouvidos àquilo que as pessoas me falam. Porque?! Não sei. A única coisa que sei é que agora pude “degustar” desse conselho. Talvez não melhore no primeiro instante, mas não me preocupo com as demoras.. É simples: é só começar. Existe esperança e alegria no primeiro passo.

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Meu presente ..


Eu queria estar assim agora.. abraçado com você, MÃE!

Estou com muitas saudades e no dia de hoje essa saudade apertou mais. :’(

Meu maior presente é você! Te amo

A melhor manjedoura


Nesse Natal, como todos os outros, a sociedade propaga através da mídia o pensamento consumista, fazendo com que as pessoas resumam a celebração do nascimento do nosso Salvador (Jesus) em presentes. As pessoas se preocupam tanto com os presentes, com uma ceia farta, e acabam se esquecendo que a sua atenção deve estar voltada para Jesus, pois só Ele pode transformar nosso coração. Porque a nossa primeira preocupação deve ser cuidar do nosso interior, do nosso coração, pois o primeiro lugar que Jesus deseja ardentemente nascer é o nosso CORAÇÃO.

Sim, a melhor manjedoura é o seu coração. Talvez nesse momento você esteja se perguntando: Mas será que Jesus quer nascer no meu coração? Esse coração duro, cheio de mágoas e ressentimentos. Eu repito: SIM! Jesus quer “nascer” em seu coração. Ele não te acusa e nem te condena. A única coisa que Ele precisa é que você permita que “nasça” ai, em seu coração.

Naquela noite, Maria e José procuravam angustiados por um lugar pra se refugiar e para que Maria pudesse dar à luz ao seu Filho, mas a Palavra nos diz que eles só encontravam as portas fechadas ou casas cheias que não podiam recebê-los. Quem sabe o seu coração não se encontra nesse momento, como essas casas: fechadas, cheias.. cheias de orgulho, de soberba, de vaidades, ou fechadas pelo medo, pelo ódio, pelas mágoas. Se você está fechado, trancado em si mesmo, hoje é dia de se abrir, de permitir que Jesus entre em seu coração, é dia declarar: Senhor, se em tantas “casas” o senhor não encontrou abertura, acolhimento, hoje eu me decido por te acolher em minha “casa” e deixar que o Senhor “nasça” na manjedoura do meu coração.

Não deixe que a condenação se aposse de você. Jesus veio para os pecadores, então Ele veio para mim! Ele veio para você! Você pode se alegrar, porque se a manjedoura do seu coração está suja, contaminada, Ele vai limpar com sua humildade. Se a sua a casa do seu coração está cheia ou fechada, se esvazie, seja humilde. Olhe para o Menino Jesus e deixe que a sua humildade penetre o seu coração. Quando olhamos para Ele vemos um Deus imenso que se fez pequeno, pobre e humilde para chegar até nós, para nos salvar. E sabe em qual palavra podemos resumir tudo isso? AMOR!

Deixemos Jesus entrar. Que Ele entre e que o seu brilho jamais se apague em nós. Que o amor que impulsionou o coração de Deus, a permitir que seu Filho assumisse nossa condição humana (exceto no pecado) possa encher os nossos corações. À medida que esse amor for nos enchendo não conseguiremos ficar da mesma forma. Seremos impulsionados à amar, perdoar, ser humildes e sinceros. Em nossa casa não se encontrara o orgulho. Por isso, deixe-o entrar!

A melhor manjedoura é o seu coração!

Tenha um santo e feliz Natal na paz e no amor incondicional do Menino Jesus.

“Um Deus que é tão grande se faz tão pequeno assim. Só por amor pra chegar até mim!”

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

.



“Eu não vou me esconder
Nessas lágrimas de aflição

(Jesus me encontre – Mariana Valadão)


Seja sincero e verdadeiro. Não se esconda mais.. arranque as mascaras e seja quem você realmente é diante de Deus. Ele vê o intimo do teu coração.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Um pouco de mim (IV

Percebo em mim um desejo enorme de ser um sinal da LUZ de Deus para as pessoas.

Quando olho para minha humanidade, começo a ver o quanto sou pequeno, o quanto sou “minúsculo” diante de Deus. Mas na minha humanidade, no meu excesso de humanidade eu quero e preciso ser um pontinho minúsculo que leva luz.

Tenho tantas limitações e imperfeições, mas se eu ficar somente focado nelas não vou conseguir ser aquilo que Deus quer que eu seja: REFLEXO DO SEU AMOR! A cada dia preciso aprender a superar meus próprios defeitos e falhas que muitas vezes me deixam decepcionados comigo mesmo. E o primeiro passo para ser sinal de LUZ é me esvaziando de mim mesmo, das minhas vontades, dos meus complexos, de tudo aquilo que me afasta de Deus.

É me esvaziando de mim, que eu posso me encher de Deus. E quando estou cheio dele, do seu amor, da sua misericórdia.. eu consigo transbordar tudo isso para tantas pessoas que estão necessitadas.

Que não exista orgulho em mim! Que todos os meus gestos possam refletir a LUZ que vem de Deus.

“Sou reflexo do Teu amor e espelho da Tua beleza, Senhor. Nem as limitações ou minhas imperfeições me impediram de contemplar a Tua face em mim (...)”

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

No quarto escuro


Quando estamos dentro de um quarto escuro nos acostumamos, nos adaptamos com a escuridão e muitas vezes nos acomodamos e nem sentimos vontade de sair, pra ver o sol, pra ser iluminado, pra viver um novo dia.

A escuridão que nos envolve pode nos deixar, a partir do momento em que nos decidimos por sair do quarto, por dar o primeiro passo. Essa escuridão ainda que seja forte, ainda que nos encha de medo não é maior que o brilho do sol da justiça, que se chama JESUS! O brilho desse Sol é forte e intenso.

Não sei qual é a escuridão que tem te envolvido, o medo, a insegurança que tem te fechado nesse “quarto escuro”e te roubado as forças, mas eu sei que existe lá fora um Sol brilhando radiante e esperando por você, pra te iluminar, pra renovar as suas forças.. pra que você possa continuar caminhando.

Eu, como qualquer outra pessoa sou humano, humano demais, talvez humano em excesso, mas eu sei que na minha humanidade, nas minhas maiores misérias, JESUS quer invadir o meu “quarto escuro” com raios da sua glória e do seu amor. Porque eu sei bem, que mais que eu deseje ser tocado por Ele, Ele deseja me tocar.

Assim Ele quer fazer com você! Mesmo que você se sinta cansado, sem forças pra levantar da cama, pra destrancar a porta desse “quarto”.. os raios do Sol JESUS invadem esse “quarto” pelas frestas das portas, pela janela.. Ele faz aquilo que é IMPOSSÍVEL pra te resgatar!

Saiba que há um Deus a sua espera. Ele quer brilhar sobre você. Mesmos que o cansaço, o desanimo estejam te consumindo, eu repito: O BRILHO DO SOL É MAIS FORTE! Receba a LUZ que vem do SOL DA JUSTIÇA! JESUS.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Motivação ..


“Em tempos de guerra, nunca pare de lutar
Não baixe a guarda, nunca pare de lutar
Em tempos de guerra, nunca pare de adorar
Libera a Palavra, profetiza sem parar

Desistir não é a melhor solução. Precisamos olhar pra frente. É pra frente! Olhar pra trás só vai nos fazer desanimar e querer voltar atrás.

Siga em frente lutando.

(Canção: Nunca pare de lutar - Ludmila Ferber)

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Sinais vivos do amor de Deus

Há momentos em nossas vidas que achamos que não há mais saída, não tem mais jeito e que tudo está perdido. Mas na verdade ainda há uma esperança e Deus nos revela isso através de tantas e tantas pessoas que estão a nossa volta. É muito fácil na nossa humanidade, nos revoltarmos contra Deus e pensar que Ele nos abandonou, que Ele se afastou da nossa dor. O difícil mesmo é perceber em coisas tão simples que nos acontecem, o quanto Deus nos ama e o quanto Ele tem se manifestado através de pessoas que nos amam, pessoas que são sinais vivos do seu amor.

Eu agradeço à Deus por ter colocado pessoas tão especiais, que me amam e me aceitam do jeito que sou, com minhas virtudes e defeitos. Em certo momento, uma dessas pessoas foi um instrumento nas mãos de Deus, através de uma música que me ajudou a refletir e perceber que não era “o fim”, mas que ainda havia uma esperança, e sol ainda ia brilhar no fim da estrada.

Não tenho palavras pra agradecer cada gesto, cada palavra de cada um de vocês, que sempre estão ao meu lado. Sei que não preciso citar nomes, pois o importante mesmo é que vocês estão e sempre estarão no meu coração, dele vocês nunca saíram. Tenham certeza disso. Amo vocês! ^^

Sei que na sua vida, Deus também usou de alguém como instrumento do seu amor. Pense nessa pessoa agora e peça à Deus que ela(e) seja cada vez mais iluminada(o) pela LUZ que vem do Pai.

Toda dor, angústia, tristeza ou depressão.. você vai superar, porque você é um vencedor. Mesmo que hoje você não consiga sentir ou perceber o quanto Deus te ama, saiba que Ele vai agir em sua vida no momento certo. Espere e confie!

One Day you will (Um dia você descobrirá)

Lady Antebellum

Você sente como se estivesse regredindo
Como se estivesse caindo pelo ralo
Como se ninguém fosse perceber
Se você deixasse a cidade e nunca voltasse
Você dá uma volta e só enxerga a chuva
Você olha pra si e só sente dor
E você não consegue ver isso agora

Mas no fim da estrada o sol está brilhando
Toda nuvem escura tem a sua margem clara
Apenas agüente firme (apenas aguente firme)
E cada angústia te faz mais forte
Mas não levará muito tempo
Você encontrará amor, encontrará paz
E o "eu" que você quer ser
Eu sei que agora não é o que você sente
Mas um dia você sentirá

Você acorda todo dia e se pergunta
“O que eu estou fazendo aqui?"
Com o peso de todas essas decepções
Sussurrando em seu ouvido
Você está por um fio
Você quer gritar, mas só lhe resta mais um suspiro
E você não sabe ainda

Encontrar a força para se reerguer
Você irá
Descobrir exatamente para quê você foi feito

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Se esvazie do seu ‘eu’

Quando você é muito cheio de si, você acaba se tornando uma pessoa auto-suficiente, começa achar que pode tudo sozinho e que não precisa dos cuidados e do amparo de Deus para viver e sonhar.

Caímos tantas vezes no erro de sempre estar centrado no meu ‘eu’, naquilo que eu quero, naquilo que supostamente pode me fazer bem. Nos enchemos literalmente desse ‘eu’ e Deus não encontra nem mesmo uma brecha para que Ele possa entrar em nossas vidas e fazer morada e assim, oferecer tudo aquilo que Ele ter reservado pra nós, cada sonho, cada projeto que Ele sabe que pode nos fazer bem e felizes.

Nem sempre nossa felicidade está nas coisas que achamos que está. Pense bem. Será mesmo que isso que você ta vivendo hoje, está te fazendo completamente feliz? Será que isso não está aumentando mais esse vazio que só pode ser preenchido pelo amor de Deus?

Para que você possa se encher de Deus, do seu amor e da sua bondade, você precisa se esvaziar de muitas coisas. Mas a primeira coisa da qual você precisa se esvaziar é de você mesmo, do seu ‘eu’, do seu egoísmo, das suas supostas “fontes de felicidade” que só te trazem frustrações e decepções.

Comece a se esvaziar nesse momento. Tome a livre decisão de fazer isso, pois Deus te ama, e porque esse amor é tão grande.. Ele te fez LIVRE pra escolher. Escolha ser cheio de Deus, lança fora todas essas concepções que você traz, todos esses julgamentos e pensamentos.

Fique vazio, como um vaso reconstruído, para que assim você possa receber de DEUS tudo aquilo que Ele tem pra você. E eu te garanto que Ele tem muito pra você. Os sonhos de Deus pra sua vida são preciosos. Ele é o único que não vai te decepcionar e Ele quer te fazer FELIZ!

Seja cheio de Deus e viva como aquele que deseja caminhar segundo à sua vontade. Você não vai se arrepender.

Que seu coração receba paz e muita LUZ!

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Reflita ..


Estou lendo o livro “Ágape” de Pe. Marcelo Rossi. Ainda estou no primeiro capítulo (risos), mas logo na introdução conheci um poema muito inspirado de Madre Tereza de Calcutá, que me levou a refletir em cada verso.



O dia mais belo? Hoje.

A coisa mais fácil? Equivocar-se.

O maior obstáculo? O medo.

A raiz de todos os males? O egoísmo.

O maior erro? A guerra.

A distração mais bela? O trabalho.

A pior derrota? O desalento.

Os melhores professores? As crianças.

A primeira necessidade? Comunicar.

O pior sentimento? O rancor.

A pessoa mais perigosa? A que mente.

A via mais rápida? O caminho certo.

A maior satisfação? O dever cumprido.

O melhor remédio? O otimismo.

As pessoas mais necessárias? Os pais.

O mais imprescindível? O lar.

O melhor presente? O perdão.

O sentimento que mais te bloqueia? A tristeza.

O que te faz mais feliz? Ser útil aos outros.

A força mais poderosa do mundo? A fé.

O maior mistério? A morte.

A sensação mais agradável? A paz interior.

A mais bela de todas as coisas? O amor.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Um pouco de mim ^^ (III

Gosto de olhares. Quem me conhece bem, sabe o quanto gosto dos vários tipos de olhares que estão presentes nas pessoas. Pra mim existe várias maneiras de você demonstrar aquilo que você está sentindo através do olhar. Por isso, prefiro conversar com as pessoas olhando nos olhos. Assim, consigo perceber o olhar de carinho ou de desprezo, de amor ou de ódio, de sinceridade ou de falsidade, de transparência ou quem sabe de mistério (o que eu mais gosto, risos).

Comigo, não dá pra acontecer de outra forma.. Demonstro muito o que estou sentindo através do olhar ou da expressão facial. Pra falar a verdade não consigo disfarçar ou esconder certos sentimentos. Ainda não cheguei a uma conclusão se isso é bom ou ruim, mas gosto de ser assim, gosto de ser aquilo que sou sem medo de ser sincero e verdadeiro em relação àquilo que se passa dentro de mim.

Sem dúvidas, os olhos são o espelho da alma!

E com você.. o que seus olhos estão refletindo agora?

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

O brilho da lua


Certo dia, eu estava (como de costume) olhando pra lua, e comecei a perceber que ela não estava tão brilhante como nos outros dias em que a olhava. Gosto muito de ficar olhando pra lua, quem me conhece bem sabe o quanto gosto. E ainda mais quando ela está com um brilho radiante e iluminando toda a noite. Como já disse, naquela noite ela não estava do jeito que eu esperava, do jeito que eu sempre espero que ela esteja.
Percebendo isso, no meu interior comecei a me perguntar: será que muitas vezes isso também não acontece ao longo dos dias, na minha convivência diária com as pessoas que estão perto de mim?
Quantas vezes, nós esperamos com ansiedade por ver as pessoas que amamos, esperamos que ela esteja com um brilho estampado no rosto, sempre pronta pra nos ouvir, acolher e entender. Mas nem sempre é assim, pois nos esquecemos que TODOS nós somos seres humanos, somos cheios de defeitos e falhas e nem sempre estamos radiantes e alegres.
Por tanto esperar dessas pessoas, muitas vezes nos decepcionamos e nos magoamos com isso, porque somos limitados e criamos uma certa imagem delas como se fossem perfeitas ou que sempre devem estar prontas a nos ouvir. É necessário entender os limites das pessoas com quem convivemos. E valorizar não o BRILHO, mas a PRESENÇA dessa pessoa.
Assim como no exemplo da lua: o importante pra mim não é se ela está brilhando, mas se ela “apareceu”, se ela está ali. Vamos aplicar esse exemplo em nossas vidas. Vamos dar mais valor na presença das pessoas que amamos e não se ela está de bom humor ou disposta a nos ouvir. Com isso, vamos aprender a respeitar mais os limites do outro e amar não só as qualidades, mas também os defeitos.
Ame, mas não imponha limites. Valorize, mas não só o BRILHO. Valorize também o momento em que esse brilho estiver OFUSCADO pelas circunstâncias da vida. Amar alguém na alegria é tão fácil, mas difícil mesmo é amar quando a dor e angústia se refletem no rosto de quem amamos.

(Créditos da foto para Carool, risos ^^ )

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

A alegria de ser criança


Estamos nos aproximando do dia em que comemoramos o dia das crianças e o dia de Nossa Senhora Aparecida. Por isso, é sempre comum dizer que todos os dias são “Dia das Crianças”. E realmente é. Infelizmente a mídia usa certas datas para aumentar o nível de consumismo, esquecendo-se da essência do que é ser criança e ter uma infância repleta de alegria e felicidade, que não se resume em um simples brinquedo ou presente.

Me recordo que sempre quando se aproximava dessa data, ficava bastante ansioso para saber o que eu ia ganhar, se iria ganhar (risos). Hoje, quando me lembro disso me dá saudade, não por causa dos presentes ou por causa da espera desse dia especial, mas por tudo aquilo que vivi durante esse tempo que se chama: INFÂNCIA.

São tantas cores, tantos sabores que experimentamos durante esse tempo, às vezes, é difícil de lembrar um por um, mas há sempre os momentos mais marcantes. Momentos em que quando revirarmos a “caixa” das nossas lembranças, vamos sentir aquela alegria, aquela saudade, uma vontade enorme de viver de novo, de voltar onde tudo era tão despreocupado, onde chorávamos por causa das nossas quedas durante nossas brincadeiras. E realmente é assim: SAUDADE!

Não me esqueço de tantas vezes, que como criança eu “aprontei” muito (risos), já chorei, já sorri, aprendi que no coração o ódio não podia ficar nem por cinco minutos. É impressionante poder observar isso: a capacidade que tínhamos quando crianças, de perdoar. O tempo passa.. e hoje o ódio habita em nossos corações não mais por cinco minutos, mas muitas vezes, ele dura por cinco meses, cinco anos ou quem sabe tantos e tantos anos. O coração de criança é tão puro, tão doce, tão terno. E poder olhar pra cada criança, ver que essa capacidade de amar ainda está presente em seus corações me alegra muito, porque eu sei que a semente do AMOR não foi destruída. Por isso, não me canso nunca de pedir: SENHOR dá-me um coração de criança! Um coração que saiba amar, que saiba perdoar.

O tempo pode passar o quanto for, mas a semente do amor pode continuar a mesma em nosso coração. Basta buscarmos a cada instante, em cada acontecimento de nossas vidas uma pequena fagulha da chama viva do amor de Deus que está acesa em cada um de um nós.

É tempo de relembrar qual é a alegria de ser criança. O tempo pode ter “enferrujado” o nosso coração, tantas experiências já vividas fizeram com que a “chama” do amor em nosso coração fosse diminuindo, mas ainda há esperança para cada um de nós. Nosso coração pode ser renovado e restaurado, independentemente de nossa idade. Eu repito: A SEMENTE DO AMOR AINDA ESTÁ NO SOLO FÉRTIL DO SEU CORAÇÃO. É só cultivar..

E para todas as crianças de idade: FELIZ DIA DAS CRIANÇAS!

Na foto: Ivane, Cristiano (Biu) e eu no meu batizado. No dia 08 de dezembro de 1996 (já tem um tempinho, risos). A maior parte da minha infância vivi e cresci ao lado desses meus primos. A ligação que nós temos é muito forte e até hoje permanece, apesar da distância e das mudanças que aconteceram em nossas vidas. Um exemplo: Ivane já está casada e tem um filho. Biu está namorando (está à caminho, risos). Bom.. e eu estou por aqui (risos).

Amo muito vocês. E obrigado por fazerem parte da minha vida e de cada momento que marcou a minha história. SAUDADES! :’(

sábado, 4 de setembro de 2010

Em quais mãos você quer estar?


Somos tão acostumados, ou talvez, podemos dizer mal acostumados em achar que sempre os cuidados de Deus vão nos dar bem estar, uma sensação boa ou coisa assim. Mas é preciso entender que nem sempre é assim, como um pai que educa seu filho, Deus também quer fazer isso conosco. Ele quer nos educar, nos disciplinar, nos confrontar com nossas próprias verdades.

Ser confrontado com suas próprias verdades nem sempre é agradável, você sente o seu coração sendo “apertado”, sendo tocado nas suas feridas mais profundas, onde ninguém enxerga ou tem conhecimento. O único que tem o poder de fazer isso é Deus, mas Ele não faz isso para nos fazer sofrer, mas sim para nos ensinar, nos moldar, como vasos nas mãos do oleiro (pessoa que faz vasos).

Podemos então imaginar isso, somos como vasos nas mãos do oleiro. Há momentos em que o vaso está um pouco torto, então o oleiro começa a tocar com mais força no vaso para alinhá-lo conforme a sua vontade. Talvez, nós também estamos assim: “tortos”. Ou até mesmo, estamos “rachados”, quem sabe estamos grandes demais, o orgulho, a soberba, a inveja, o ódio pode ter feito com que tudo isso acontecesse em nossa vida, pode ter causado todos esses danos. Por isso, precisamos mudar, precisamos fazer a diferença e nos colocar nas mãos do grande e maior Oleiro: Jesus.

Estar nas mãos de um oleiro não é nada fácil, é difícil e muitas vezes dói. E por que estar nas mãos do oleiro é doloroso, nós sempre queremos fugir dessas mãos, corremos de nós mesmos, das mudanças que precisam acontecer em nós. Daí então, corremos literalmente para as “mãos” daqueles que só querem nos usar, nos fazer de enfeites em uma estante de uma sociedade, que na maioria das vezes, somente nos valoriza por aquilo que temos e não por aquilo que somos.

O mundo só quer aquele “vaso” belo, atraente, com um corpo estrutural, enfim.. o mundo só valoriza aquilo que temos por fora, mas Deus não! Ele nos ama por aquilo que somos, por isso Ele nos convida à essa mudança, porque quando há mudança no seu interior, ela se reflete no seu exterior. Não adianta ter um corpo maravilhoso e atraente e ter um coração literalmente sujo, e manchado por tanta mágoa e rancor.

É tão fácil se deixar moldar pelo mundo, às vezes nem precisamos fazer esforço, não precisa ter “trabalho”. Mas eu tenho aprendido que as verdadeiras conquistas das nossas vidas são através das duras pedras, pois quando as pisamos e nos machucamos, podemos ter essa certeza, que vamos aprender muito, pois as mesmas pedras que nos ferem são aquelas que vão nos curar e nos ensinar a nos valorizar e a valorizar todos aqueles que amamos.

Cabe à você decidir! Em quais mãos você deseja estar? Nas mãos daqueles que te olham como um simples objeto ou enfeite. Ou nas mãos, daquele que te ama incondicionalmente, aquele que vê o seu coração, e que te ama por aquilo que você é?

Não! Não é ser masoquista, não é gostar de sofrer. Mas é não ficar acomodado e acostumado em ser a mesma pessoa, com os meus erros, os meus gestos, o mesmo modo de viver. Isso acaba nos tornando verdadeiros objetos de enfeite.

Eu não quero ser um objeto que sempre fica na mesma monotonia, precisamos mudar, precisamos ser moldados e formados. Chega de viver do mesmo jeito! Chega de aceitar aquele coração que só sabe acumular ódio, raiva, rancor. Eu convido você a dizer: EU QUERO MUDAR! NÃO QUER MAIS VIVER DA MESMA FORMA!

Faça essa experiência. Experimente ser moldado pelas mãos fortes do grande Oleiro Jesus. Deixe-o tocar em tudo que está necessitando do seu toque. Deixe-o tirar os excessos que há em você. Todo excesso de vícios, superficialidades, pessoas, ódio, mágoas e tantas outras coisas que não nos fazem bem.

Comece a se perguntar: O QUE ESTÁ PRECISANDO MUDAR?!

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

O que tem te afastado?


Há exatamente seis meses atrás, tive uma experiência no meu relacionamento de intimidade com Deus. Onde eu pude sentir que havia muitas coisas que estavam me afastando da sua presença e dos seus cuidados em minha vida. E essas “coisas” eram como barreiras, muralhas, que impediam o vento suave e Rio de vida, trazidos pela presença de Deus.

Logo comecei a pensar em tantas coisas, que tem se levantado entre mim e a presença sempre constante do Senhor ao meu lado. E agora te convido a pensar também, a se questionar: O que tem me levado a achar que Deus não está presente em todos os momentos da minha vida? O que tem feito com que muitas vezes eu me revolte e pense que Deus me abandonou? Na verdade, Deus NUNCA nos deixou! O que muitas vezes acontece, é que nós damos espaço para muitas mentiras se levantarem como muralhas, entre nós e Deus. É hora de pedir que todas essas muralhas caiam, ainda que sejamos nós, os seus construtores.



Derruba as muralhas


Eu quero ser levado aonde o Senhor quiser

Eu quero ser conduzido pelo sopro do Espírito

Muitas barreiras, muitas muralhas

Querem impedir

O Teu fluir, Senhor.


Vem Espírito

Sopra sobre mim

Derruba as muralhas

E flua sobre mim


Flua..

Que nada impeça o Teu fluir!

Sopra..

Que nada impeça o Teu vento sobre mim!


Nenhum pecado

Nem maldição

Nenhum problema

ou opressão..

Nada impedirá!

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Você tem um tempinho pra mim?


Hoje, pela manhã, recebi uma mensagem que me deixou sem palavras, cada frase impactava o meu coração, com verdades e realidades que muitos de nós vivemos. A mensagem é um pouco grande, por isso deixo com vocês uma história que me chamou a atenção. Leia e reflita com atenção.

O pastor de uma igreja decidiu observar as pessoas que entravam para orar.
A porta se abriu e um homem de camisa esfarrapada adentrou pelo corredor central.

O homem se ajoelhou, inclinou a cabeça, levantou-se e foi embora.
Nos dias seguintes, sempre ao meio-dia, a mesma cena se repetia.
Cada vez que se ajoelhava por alguns instantes, deixava de lado uma marmita.

A curiosidade do pastor crescia e também o receio de que fosse um assaltante, então decidiu aproximar-se e perguntar o que fazia ali.
O velho homem disse que trabalhava numa fábrica, num outro bairro da cidade que se chamava Jim.

Disse que o almoço havia sido há meia hora atrás e que reservava o tempo restante para orar, que ficava apenas alguns momentos porque a fábrica era longe dali.

E disse a oração que fazia:
'Vim aqui novamente, Senhor, só pra lhe dizer quão feliz eu tenho sido desde que nos tornamos amigos e que o Senhor me livrou dos meus pecados. Não sei bem como devo orar, mas eu penso em você todos os dias.
Assim, Jesus, hoje estou aqui, só observando.’

O pastor, um tanto aturdido, disse que ele seria sempre bem-vindo e que viesse à igreja sempre que desejasse.
'É hora de ir' - disse Jim sorrindo.

Agradeceu e dirigiu-se apressadamente para a porta.

O pastor ajoelhou-se diante do altar, de um modo como nunca havia feito antes.
Teve então, um lindo encontro com Jesus.
Enquanto lágrimas escorriam por seu rosto, ele repetiu a oração do velho homem... 'Vim aqui novamente, Senhor, só pra lhe dizer quão feliz eu tenho sido desde que nos tornamos amigos e que o Senhor me livrou dos meus pecados. Não sei bem como devo orar mas penso em você todos os dias.
Assim, Jesus, hoje estou aqui, só observando.'

Certo dia, o pastor notou que Jim não havia aparecido.

Percebendo que sua ausência se estendeu pelos dias seguintes, começou a ficar preocupado. Foi à fábrica perguntar por ele e descobriu que estava enfermo.

Durante a semana em que Jim esteve no hospital, a rotina da enfermaria mudou. Sua alegria era contagiante.

A chefe das enfermeiras, contudo, não pôde entender porque um homem tão simpático como Jim não recebia flores, telefonemas, cartões de amigos, parentes... Nada!

Ao encontrá-lo, o pastor colocou-se ao lado de sua cama. Foi quando Jim ouviu o comentário da enfermeira:

- Nenhum amigo veio pra mostrar que se importa com ele. Ele não deve ter ninguém com quem contar!!

Parecendo surpreso, o velho virou-se para o pastor e disse com um largo sorriso:

- A enfermeira está enganada, ela não sabe, mas desde que estou aqui, sempre ao meio-dia ELE VEM! Um querido amigo meu, que se senta bem junto a mim, Ele segura minha mão, inclina-se em minha direção e diz:

'Eu vim só pra lhe dizer quão feliz eu sou desde que nos tornamos amigos. Gosto de ouvir sua oração e penso em você todos os dias.
Agora sou eu quem o está observando... e cuidando!

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Um pouco de mim ^^ (II


Eu aprendi a olhar mais pra dentro de mim mesmo e ver o que precisa ser mudado. Com o tempo vou mexendo em tudo que está me preenchendo, tirando o que for preciso, colocando aquilo que está faltando. Nem sempre isso acontece da noite pro dia, num estalar de dedos.. demora um pouco, custa fazer isso, pois tirar aquilo que me faz ficar dependente e acomodado nem sempre é agradável. Ás vezes eu tiro, mas depois coloco de novo, ou talvez coloco e do nada tiro sem parar pra pensar. Mas o ser humano é assim, eu sou assim! Também erro, falho, me arrependo, volto atrás.. erro de novo, tento de novo e sigo, mesmo que minhas forças pareçam estar acabando.

Não fuja mais


Cada pessoa tem sempre momentos e momentos. Momentos em que a alegria está radiante, transbordante. Mas também existe momentos que a alegria está tão distante, e muitas vezes a tristeza e a angústia tomam conta do nosso coração.

Quantas vezes somos surpreendidos durante o dia com uma tristeza ou angústia que não sabemos de onde veio, ou porque veio. Isso vai incomodando o nosso interior, algumas vezes até nos sentimos sufocados com esses sentimentos. Queremos ser aliviados, queremos sentir PAZ.

Essa PAZ está em Deus e muitas vezes não conseguimos parar e perceber isso. Ele tem colocado pessoas em nosso caminho, para serem sinais de PAZ e de conforto, mas tantas vezes fugimos dos braços que querem nos acolher, nos abraçar. Nosso orgulho e arrogância falam mais alto e não conseguimos ser humildes o suficiente para reconhecer que precisamos de ajuda, de um ombro amigo, de um abraço, de DEUS!

Será que não está na hora de “quebrarmos” esse orgulho que nos prende e faz com que sempre fujamos dos braços que sempre estão abertos pra nos acolher? Eu não sei o que ainda te leva a fugir, a correr pra longe desses braços, mas eu sei que HOJE é o dia de se render, é o dia de “pisarmos” sobre o orgulho e reconhecer: “EU PRECISO! EU QUERO! EU QUERO PAZ NO MEU INTERIOR!”

Então.. não fuja mais, não corra mais pra longe, se renda completamente. Não se esconda nas sombras dos vícios, ou de qualquer outra coisa que te faça fugir da realidade.

Reconheça que você precisa ser acolhido pelos braços de Deus, cheios de amor, cheios de PAZ. Que você receba essa PAZ no seu coração! Que todo seu ser seja confortado e acalmado. E que a partir de hoje você reconheça mais e mais que é necessitado do amor dEle.

O amor que se manifesta nas pequenas coisas.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

A tempestade chegou


“Não queria que essa tempestade tivesse se formado”


Há alguns dias atrás ouvi essa frase quando estava conversando com uma pessoa. Confesso que no momento em que ouvi isso, meu coração a ficar incomodado, inquieto e angustiado. Era difícil pra mim no momento, saber explicar todos aqueles sentimentos que surgiam no meu coração.

Quem ama de verdade uma pessoa, sempre quer vê-a bem, feliz, contente e sempre de alto-astral. E ver que essa mesma pessoa, que nós amamos, está triste ou está passando por algum sofrimento, nos faz ficar angustiados, pois queremos de alguma forma ajudar essa pessoa, mas muitas vezes nos esquecemos que somos humanos, e o que mais nós precisamos é estar do lado dessa pessoa, com um sorriso sincero, um abraço carinhoso ou palavra amiga que possa confortar, por mais que essa palavra seja um simples: “Estou aqui do seu lado. Não vou te deixar!”

Esse amor também está presente no meu coração (graças a Deus), e por isso ele me fez sentir uma vontade imensa de fazer com que essa tempestade na vida dessa pessoa passasse, para que ela não sofresse tanto e não desanimasse. Ao ouvir essas palavras dessa pessoa eu comecei a meditar mais ainda..

Realmente nós NUNCA queremos que uma tempestade se forme em nossa vida, mas elas são inevitáveis, elas vêm do nada e nos surpreendem, muitas vezes até nos assustam. Então, vem esse desejo dela nunca ter se formado. Mas ela se formou. É ai que nós precisamos ter garra, ter forças, por mais que elas pareçam estar se esgotando, e assim levantar a cabeça e olhar pra frente, mesmo que a as águas da tempestade estejam embaçando nossa visão, mesmo que os trovões estejam nos amedrontando, nós precisamos ver além disso tudo, e acreditar na capacidade que temos de vencer e de passar por qualquer tempestade em nosso caminho.

Nada melhor que um ombro amigo, para nos acolher, pra nos aceitar do jeito que somos e estamos nesse momento difícil. Às vezes, não é preciso dizer nada, porque o silêncio de um abraço e de um olhar pode ajudar muito mais que “mil palavras”.

Todos nós podemos ser sinais da LUZ que vem Deus na vida dos nossos amigos. Ajude-o do seu jeito, mostre pra ele que essa tempestade vai passar, por mais que demore, ela vai passar! (eu também estou aprendendo isso a cada dia que passa)

“Viver não é esperar a tempestade passar... é aprender como dançar na chuva.”

Então.. eu te convido: VAMOS DANÇAR NA CHUVA?!

Fique em paz, receba a paz no seu coração!